A baixa umidade do ar é muito comum nesta época do ano, mas toda atenção é pouca pois pode manifestar diversas complicações respiratórias e até mesmo piorar doenças que já existem no organismo. Por isso, é importante ficarmos em alerta quando o tempo começa a ficar seco. Quanto menor for a umidade do ar, mais cuidados devem ser tomados para evitar complicações alérgicas e respiratórias.   Por causa do tempo seco, acontece o ressecamento das vias aéreas que leva a doenças como, rinite e rinossinusite, e também a descompensação de asma e da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), que diminuem as atividades respiratórias. As regiões sudeste e centro-oeste devem redobrar a atenção sobre a saúde, pois enfrentam os maiores problemas devido à falta de chuva e aumento no nível de poluição no ar. As grandes capitais sofrem ainda mais. Independentemente da região, os principais grupos de risco são os portadores de doenças respiratórias crônicas e os indivíduos mais expostos a ambientes de baixa umidade, além de crianças e idosos, é claro.   De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), o nível ideal de umidade do ar para o organismo humano gira entre 40% e 70%. Quando a taxa cai para 30% é considerada uma situação de alerta e prejuízos para a saúde se tornam mais evidentes.... - Veja mais em https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2018/07/07/como-a-baixa-umidade-do-ar-afeta-a-saude-veja-como-se-proteger-dos-efeitos.htm?cmpid=copiaecola De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), o nível ideal de umidade do ar para o organismo humano gira entre 40% e 70%. Quando a taxa cai para 30% é considerada uma situação de alerta e prejuízos para a saúde se tornam mais evidentes.... - Veja mais em https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2018/07/07/como-a-baixa-umidade-do-ar-afeta-a-saude-veja-como-se-proteger-dos-efeitos.htm?cmpid=copiaecola   De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), o nível ideal de umidade do ar para o organismo humano gira entre 40% e 70%. Quando a taxa cai para 30% é considerada uma situação de alerta e prejuízos para a saúde se tornam mais evidentes.... - Veja mais em https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2018/07/07/como-a-baixa-umidade-do-ar-afeta-a-saude-veja-como-se-proteger-dos-efeitos.htm?cmpid=copiaecola De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), o nível ideal de umidade do ar para o organismo humano gira entre 40% e 70%. Quando a taxa cai para 30% é considerada uma situação de alerta e prejuízos para a saúde se tornam mais evidentes.... - Veja mais em https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2018/07/07/como-a-baixa-umidade-do-ar-afeta-a-saude-veja-como-se-proteger-dos-efeitos.htm?cmpid=copiaecola Listamos algumas dicas importantes para não correr riscos respiratórios e se manter saudável quando o tempo está seco: Mantenha arejados todos os ambientes , umidificando-os com vaporizadores ou recipientes com água nos dias mais secos; Para evitar desidratação, é aconselhável consumir bastante líquido, no mínimo 2 litros por dia e evitar a prática de atividade física entre 10h e 16h, principalmente se for ao ar livre; Em casa, carpetes e cortinas que acumulam poeira devem ser lavados e aspirados com frequência. Atenção para os cantos dos cômodos que podem juntar pó; As roupas usadas neste período também merecem um cuidado especial e é o foco deste blog de hoje. Crianças e adolescentes têm hoje o poder de escolha do que usar, mas a orientação dos pais é fundamental neste sentido. As peças devem ser leves e confortáveis. As meninas podem optar por shorts, vestidos ou saias. Já os meninos, bermudas e camisetas são ótimas escolhas.  Se uma  das peças tiver o tecido mais sintético ( como o jeans), escolha a outra com maior porcentagem de algodão.   Não deixem de ver as novidades da Villa Bambini!!! Vestimos meninas do 0 ao 20 e meninos do 0 ao 16!!!           
16/09/2019
Assine nossa Newsletter
© Copyright 2019 | Villa Bambini - Todos os direitos reservados